Suprir o déficit habitacional é desafio para planejadores de cidades das Américas   08 maio 2018

 

No encerramento do Primeiro Encontro de Altos Funcionários de Planejamento Urbano das Américas, os planejadores urbanos discutiram, nesta terça-feira (8/9), os mecanismos e instrumentos que podem ampliar a capacidade de produção de habitação de interesse social, como financiar esse processo e quais são as alternativas para mudar esse cenário.

 

"O nosso desafio é o desfavelamento. É trabalhar modelos alternativos de oferta de moradia de interesse social que caibam no bolso da população que mais precisa", afirmou o prefeito Rafael Greca, que participou de parte da reunião feita no auditório do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc). Participaram do encontro representantes de cidades das Américas do Norte, Central e do Sul.

 

O Instituto Lincoln esteve representado pela diretora Associada de Programas Urbanos, Amy Cotter; a gerente de Projetos Especiais do instituto, Laura Mullahy; o diretor de Programas para a América Latina e Caribe, Enrique Silva; e os consultores Claudia Tomateo e Paulo Sandroni, que coordenou os debates.

 

Da Prefeitura de Curitiba participaram o presidente do Ippuc, Luiz Fernando Jamur, e o secretário municipal de Finanças, Vitor Puppi.

 

Neste último dia do encontro foram elencadas as ações de Curitiba e feita uma avaliação do evento em reunião reservada dos técnicos.

 

Leia aqui a notícia completa...