Focada na segurança e no uso integrado, Prefeitura atualiza Plano Cicloviário    09 agosto 2018

 

O Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) está revisando o Plano Cicloviário de Curitiba, uma das cidades pioneiras na criação de ciclovias no Brasil. O trabalho visa a integrar este importante componente do transporte multimodal da capital, conectando-o com a rede de ônibus, de forma a melhorar a efetividade do modal.

 

Este trabalho ganha relevância na medida em que a já robusta estrutura existente na cidade - são 207,2 quilômetros de ciclovias, ciclofaixas e ciclorrotas - está em crescimento.

 

Com a recente conclusão da revitalização da Avenida Manoel Ribas, por exemplo, a malha cicloviária cresceu em 3 quilômetros. Estão em fase de implantação outros 4 quilômetros ao longo do trecho norte da Linha Verde e mais 7 quilômetros serão implementados na ligação da Praça do Japão ao Capão Raso.

 

Já a reforma a ser feita nos terminais do Hauer e do Campina do Siqueira resultará em cada um deles em 108 novas vagas de bicicletários, com vestiário, sanitários, guarda-volumes e serviços de reparos das bicicletas. O novo terminal do Tatuquara, já em fase de licitação, também terá bicicletário. (Os dois primeiros estão em processo de aprovação de financiamento na Caixa).

 

Leia a notícia completa em MAIS...