banner grande

 

01          

Dia 21 de Novembro - Maratonistas vindos de diversas instituições de Columbus, cidade dos Estados Unidos, e que participaram da Maratona de Curitiba, estiveram no Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (IPPUC) para assistir a uma apresentação sobre Planejamento Urbano. A visita foi intermediada pela Assessoria de Relações Internacionais da Prefeitura Municipal de Curitiba e pela Assessoria de Relações Externas do IPPUC.

02   03

Dia 21 de Novembro - Realizada reunião na sala cidade do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (IPPUC) para apresentação dos resultados do monitoramento dos Indicadores de Desenvolvimento Social e de Segurança ao Gabinete de Gestão Integrada (GGI) de Segurança Pública de Curitiba. Participaram técnicos do IPPUC e do GGI.

     
04   05

Dia 22 de Novembro - Realizado no auditório do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (IPPUC) o Laboratório "Todos Fazem Parte". Promovido e realizado pela entidade Sociedade Global, o evento foi aberto aos funcionários do IPPUC e teve como foco o Planejamento Urbano e Mobilidade.

 

06  

Dia 22 de Novembro - Estiveram no Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (IPPUC) a vereadora Esperanza Osaka, que trabalha na Câmara Municipal de Mazatlan (México), e seu marido Tsutomu Yatabe. Eles puderam conhecer o Instituto e também assistiram a uma apresentação sobre Planejamento Urbano. Esta visita foi intermediada pela Assessoria de Relações Internacionais da Prefeitura Municipal de Curitiba e pela Assessoria de Relações Externas do IPPUC.

     
07   08

Dia 23 de Novembro - O professor alemão, mas residente na Argentina, Guido Lorenz, da Universidad de Santiago del Estero (Argentina), e o professor Ivan Crespo, da Universidade Federal do Paraná, estiveram no Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (IPPUC) para uma apresentação sobre Planejamento Urbano. A visita foi intermediada pela Assessoria de Relações Externas do IPPUC.

 

 

11

09

10

 

 

 

Dia 23 de Novembro - Realizado pela Prefeitura de Pinhais, pelo sexto ano consecutivo, o GISday que é um evento global que reúne milhares de pessoas usuárias de sistemas de informações geográficas - SIG (GIS - Geographic Information System), destinado tanto à iniciativa pública quanto privada.

 

Desde 1987, no mês de Novembro, a National Geographic Society incentiva a comemoração da Semana de Conscientização da Geografia, visando promover a alfabetização geográfica em escolas, comunidades e organizações. Assim, o Dia Mundial dos Sistemas de Informações Geográficas, o GISday está incluso nesta iniciativa.

 

Funcionários do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (IPPUC), do Setor de Geoprocessamento e de Informática, participaram de um ciclo de palestras e workshops. O Supervisor de Informações do IPPUC, Oscar Schmeiske, proferiu uma das palestras com o tema "Metrogeo - O SIG da Região Metropolitana de Curitiba".

 

 

 

 

 

 

 

 

12   13

Dia 23 de Novembro - O Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (IPPUC) foi finalista do Prêmio SESI ODS (Objetivos do Desenvolvimento Sustentável), na categoria Setor Público, com seu projeto Pegada de Carbono que, desde o início da atual gestão, passou a medir as atividades geradoras de emissões de CO2, responsáveis pelo aumento do aquecimento global. Além de medir sua pegada de carbono, o Instituto realiza diversas iniciativas que já resultaram na redução de 15,9% das emissões. "É o reconhecimento de um projeto que veio pra ficar. Estamos muito felizes pelo reconhecimento como finalistas", destacou o presidente do IPPUC, Sérgio Póvoa Pires.

 

O Prêmio SESI ODS 2016 foi dirigido a empresas, instituições públicas e organizações do terceiro setor dedicadas aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) defendidos pela Organização das Nações Unidas (ONU). Os finalistas apresentaram práticas desenvolvidas por no mínimo um ano de duração, voltadas aos seguintes temas: erradicação da pobreza, fome zero e agricultura sustentável, saúde e bem-estar, educação de qualidade, igualdade de gênero, redução de desigualdades, trabalho decente e crescimento econômico, indústria, inovação e infraestrutura, cidades e comunidades sustentáveis, consumo e produção sustentáveis, água potável e saneamento, energia acessível e limpa, ação contra a mudança global do clima, vida na água, vida terrestre, paz, justiça e instituições eficazes e parcerias e meios de implementação.

 

Nossa Pegada de Carbono

Desde o início de 2013, o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (IPPUC) passou a medir e divulgar sua Pegada de Carbono, ou seja, a quantidade de CO2 equivalente gerada por meio das atividades da instituição. O excesso de emissões de CO2 colabora para aumento do aquecimento global, gerando mudanças climáticas. A iniciativa partiu de um grupo de servidores e foi apoiada de imediato pela presidência.

 

Os inventários realizados pelo IPPUC seguem a metodologia proposta pelo GHG Protocol, que é internacionalmente reconhecida. O GHG Protocol, por meio do Programa Brasileiro GHG Protocol, disponibiliza esta metodologia para inventariar emissões de Gases de Efeito Estufa de maneira adequada à realidade brasileira, através da "Ferramenta de Cálculo de Emissões de Gases de Efeito Estufa".

 

O programa institucional "Nossa Pegada de Carbono", vem apresentando resultados positivos e conta com uma equipe de colaboradores voluntários. Em 2012, primeiro ano que contou com a medição, a Pegada de Carbono do IPPUC foi de 264 toneladas de CO2 equivalente. Já em 2015 houve uma redução para 222 toneladas de CO2 equivalente.

 

Em quatro anos, a redução de emissões alcançou 15,9 %. Entre as iniciativas adotadas estão as campanhas "Me Poupe", para economizar energia elétrica; "Repense", que incentiva os servidores a substituir o uso de copos descartáveis por canecas; "Reutilize", que tem por objetivo a redução do consumo de papel, além de sua reutilização; e a "Carona Solidária", que garante uma vaga de estacionamento no pátio do IPPUC exclusivamente para os servidores que dão carona a colegas na ida para o trabalho. Todas as campanhas têm apresentado excelente resposta dos servidores.

 

Dia 24 de Novembro - O prefeito eleito da cidade de Cotia (São Paulo), dois vereadores e comitiva estiveram no Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (IPPUC) onde assistiram a uma apresentação sobre Planejamento Urbano. A visita foi intermediada pela Assessoria de Relações Externas do IPPUC.

 

14  

Dia 24 de Novembro - O Embaixador da Finlândia e sua comitiva estiveram no Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (IPPUC) para uma apresentação sobre Planejamento Urbano. A visita foi intermediada pela Assessoria de Relações Internacionais da Prefeitura Municipal de Curitiba e pela Assessoria de Relações Externas do IPPUC.

     
15   16

Dia 24 de Novembro - No início da tarde desta quinta-feira, ocorreu a audiência de apresentação na Câmara Municipal de Curitiba do projeto da Lei de Zoneamento, Uso e Ocupação do Solo do Município elaborada pelos técnicos do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (IPPUC), com a colaboração de secretarias como o Urbanismo, a COHAB, Meio Ambiente e Trânsito, além das contribuições dos conselhos municipais e dos cidadãos, que puderam opinar em audiências públicas e oficinas. A apresentação foi realizada pelo presidente do IPPUC, arquiteto Sérgio Póvoa Pires e pelo arquiteto Miguel Roguski, um dos coordenadores desta revisão. Além dos vereadores, participaram representantes de movimentos sociais, de entidades de classe e de sindicatos.

 

Leia também as matérias publicadas no site da Prefeitura em MAIS... e MAIS...

 

18

  17

19

20

 

Dia 25 de Novembro - Aconteceu no Foyer do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (IPPUC) a apresentação do músico Fábio Elias, que já se apresentou com bandas como Relespública e Aero Diesel, ou em sua carreira solo.

 

A mudança do Rock para a Country Music é muito natural para esse artista que nasceu em Curitiba, mas desde criança visitava a cidade dos seus pais em Wenceslau Braz, no interior do Paraná. Com isso pegou gosto pelos dois estilos de vida, o rural e o urbano. Aos 4 anos começou a tocar viola e aos 8 anos ganhou seu primeiro violão. Já adolescente, criou uma banda com os amigos de escola e da rua, de onde traz bagagem e experiência há quase 25 anos.

 

No repertório desta manhã, apresentou canções como "Take Me Home, Country Roads" de John Denver, "Love me do", dos Beatles, "Malandragem" e "O Segundo Sol", de Cássia Eller, "Marvin" de Nando Reis, e The Who. No final fez uma pot-pourri com músicas de Raul Seixas entre outras. A apresentação faz parte do projeto do IPPUC "A arte existe porque a vida só não basta!".