Aplicativo Meu Bairro Unido vence desafio CoIdeias    14 de Maio de 2021

 
Com 1,4 mil likes no YouTube, o projeto do aplicativo MYBU (Meu Bairro Unido) foi escolhido, entre 11 finalistas, como o melhor projeto do Desafio de Ideias Colaborativas (CoIdeias), da Cátedra Curitiba, uma cooperação entre a Prefeitura de Curitiba e a Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR).
 
A equipe vencedora é formada pelos estudantes do terceiro período do curso de Arquitetura e Urbanismo da PUCPR, Julia Pabis Nostre, Luigi de Matos Modolo e Pedro Leitão Sallem. 
 
O Meu Bairro Unido é proposto como uma ferramenta para promover maior integração do habitante ao bairro onde mora, a ser gerenciada pelo Ippuc. A partir de um cadastro no aplicativo, o usuário contará com uma lista interativa de equipamentos e serviços disponíveis no bairro entre comércio, serviços, transporte, segurança, áreas para esporte e lazer, além de área de sugestões e a permissão para a criação de grupos de discussão.
 
De acordo com estudante Pedro Sallem, um dos idealizadores do MYBU, a ideia surgiu com base na relação das pessoas na cidade e no pós-pandemia.
 
“Pensamos em como mudar a relação das pessoas com a cidade, sem mudar a estrutura física da cidade. Um aplicativo para toda a cidade, colaborativo e personalizado para cada bairro, que cresça junto com a cidade”, explicou um dos idealizadores do projeto.
 
Segundo a também integrante da equipe vencedora, Julia Pabis Nostre, que é natural de Irati, uma das orientações à criação do projeto foi o fato de ela morar fora de Curitiba. “Chegar numa cidade totalmente diferente, sem saber se eu poderia andar na rua à noite ou se teria carona para chegar até a PUC foi um dos ganchos para o projeto”, disse Julia.
 
Luigi Modolo, que é natural da cidade de Blumenau, disse que sentiu a necessidade de informações do comércio mais próximos da universidade e da região que eu moro em Curitiba, opções de transporte e áreas de lazer. “Surgiu a ideia de colaboração no bairro. Como se tivéssemos amigos mostrando o que está próximo da gente”, completou Modolo.
 
O resultado do desafio foi anunciado na noite desta terça-feira (13/5) em live pelo YouTube da PUCPR, com a apresentação pelo professor de Comunicação da PUCPR, Marcos José Zablonski, da decana da Escola de Belas Artes da PUCPR, Sylvia Leitão e a participação da diretora de Informações do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbana de Curitiba (Ippuc), Liana Vallicelli, do diretor de Planejamento do instituto, Alberto Paranhos, e o coordenador de Pesquisas e Sistemas de Informação do Ippuc, Oscar Schmeiske.
 
“Sabemos que as relações humanas são capazes de transformar a vida nos bairros. Esse tipo de iniciativa, com um aplicativo que favorece esses relacionamentos, é também um fator de desenvolvimento urbano”, afirmou o professor Marcos José Zablonski.
 
Para a diretora de Informações do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), Liana Vallicelli o Desafio CoIdeias representa uma forma de aproximação concreta entre o poder público e a academia. “É uma parceria que permite aos estudantes sugerir ideias inovadoras com base na cidade real”, ressaltou.
 
“A cidade é o palco dos encontros e o bairro replica numa escala mais familiar e amistosa a ideia da convivência e da troca de experiências”, destacou o coordenador de Pesquisas e Sistemas de Informação do Ippuc, Oscar Schmeiske.
 
Para ele, a ideia do MYBU favorece o uso da tecnologia para fortalecer as relações do mundo real.
 
Os projetos foram selecionados por uma comissão julgadora de professores da Escola de Belas Artes da PUCPR e técnicos do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc). A votação contabilizou as escolhas feitas entre os dias (10/5) e (12/5), com os vídeos dos projetos finalistas abertos no canal de YouTube da PUCPR para a avaliação dos internautas.
 
Focos dos projetos
Entre os temas tratados pelos 11 projetos finalistas, estiveram contemplados o contexto dos impactos da pandemia sobre Curitiba, ideias sobre o uso dos espaços públicos, tratamento de informações da base de dados do município, mobilidade urbana, segurança pública, cidades inteligentes e mudanças climáticas.
 
Na opinião do diretor de Planejamento do Ippuc, Alberto Paranhos, os alunos souberam tratar o desafio com seriedade.
 
“Muitas propostas abordaram ao mesmo tempo vários eixos previstos. Não me surpreende que a proposta vencedora seja baseada em uma plataforma eletrônica. Ela combina o mundo físico com o virtual e permite acelerar as relações e a possibilidade de encontros no pós-pandemia”,  disse Paranhos.
 
O segundo colocado no desafio foi o projeto Curitiba Sustentável, com 1,2 mil votos dos internautas. A proposta inclui a implantação de calçadas que gerem energia pelos passos dos cidadãos, entre outras propostas de sustentabilidade energética. Os autores são os estudantes de Arquitetura e Urbanismo da PUCPR, Ellen Gabrielle Gouvêa Bruglimann Alves da Silva, Sabrina Vital Gomes e Ricardo Albergaria Goulart, e do curso de Design PUCPR, Gabriel de Almeida Silva.
 
Na terceira posição do CoIdeias ficou o projeto Redescoberta das Praças , com 727 curtidas no encerramento da votação. Elaborada pelos alunos de Arquitetura e Urbanismo da PUCPR, Ísis Veríssimo Rodrigues, Larissa Gonçalves Serafim e Pedro Paulo Bassetti, a proposta propõe a revitalização das praças públicas como locais de interação no pós-pandemia.
 
A professora Sylvia Leitão, coordenadora do LabCidades da Escola de Belas Artes da PUCPR, destacou a importância da participação de todas equipes no Desafio CoIdeias. Ela também agradeceu ao Ippuc pela oportunidade proporcionada aos alunos da PUCPR em pensar na construção da cidade real.
 
“Não é nada fácil, num momento de pandemia, mobilizar estudantes a participar de um desafio de ideias colaborativas. Não temos um prêmio, mas a ideia era a de acolher a colaboração de jovens talentosos e que vivem e pensam a nossa cidade. É importante agradecer a todos os estudantes de todos os cursos da nossa escola. Com criatividade e colaboração conseguimos resolver problemas. Precisamos pensar na cátedra como a cooperação cidade-universidade”, disse a professora Sylvia Leitão, da Escola de Belas Artes da PUCPR.
 
O Desafio CoIdeias encerrou o ciclo de eventos de abertura da Cátedra Curitiba, iniciado em comemoração ao aniversário da cidade.
 
Leia mais...