banner grande

01 Divulgação/Ippuc        02 Divulgação/Ippuc

Dia 01º de Outubro - A partir de 2020, a prática urbana de Curitiba poderá ser conteúdo específico de extensão universitária, inclusive em inglês. A intenção faz parte do projeto Cátedra Curitiba, em desenvolvimento pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), em parceria com o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc). "Curitiba é a cidade das ideias. A meta de criar a Cátedra Curitiba é para passar a ensinar sobre a cidade nos níveis de graduação e pós-graduação para compartilhar o conhecimento", explicou o prefeito Rafael Greca.

 

A proposta foi apresentada em fevereiro deste ano pelo prefeito Rafael Greca a representantes da PUCPR e nesta terça-feira (1º/10) houve uma reunião para tratar da formatação do projeto.

 

Estiveram com o prefeito, no gabinete da Casa Polonesa do Ippuc, a decana da Escola de Arquitetura e Design da PUCPR, Angela Leitão, a pró-reitora de Graduação da PUCPR, Renata Werneck, a professora Sylvia Leitão do laboratório de Cidades da PUCPR e Isabela M. Cavalcanti de Albuquerque, coordenadora da PUC Carreiras. A reunião também teve a participação do presidente do Ippuc, Luiz Fernando Jamur, e da secretária municipal da Comunicação Social, Mônica Santanna.

 

Na apresentação feita pelas representantes da PUCPR foram destacadas como metas a combinação de expertise entre o município e a academia, o intercâmbio de conhecimento e a transmissão de legado. Leia a notícia completa...

03 Daniel Castellano SMCS   04 Daniel Castellano SMCS

Dia 03 de Outubro - Quinze professores da rede municipal de ensino de Curitiba deverão fazer cursos de aprimoramento na Finlândia. A intenção do intercâmbio entre a cidade e o país nórdico foi reforçada pelo prefeito Rafael Greca, em reunião com o embaixador finlandês, Jouko Leinonen, nesta quinta-feira (3/10), no Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc). Jeinonen disse que a educação de qualidade permitiu o avanço tecnológico finlandês e uma base sólida de formação.

 

Após o encontro foi aberta, no foyer do Ippuc, uma exposição com imagens e informações do design aplicado em produtos da indústria finlandesa. Na exposição aberta no Ippuc, o design é destacado como um elemento estratégico e chave para o sucesso das empresas finlandesas. São 50 exemplos de segmentos nos quais o design industrial deu importância essencial de valor para o produto.

 

O embaixador foi acompanhado na visita pelo cônsul honorário da Finlândia no Paraná, Carlos Eduardo Athayde Guimarães. Também participaram da reunião, o presidente do Ippuc e secretário do Governo Municipal, Luiz Fernando Jamur, o presidente da Cohab, José Lupion Neto, e o assessor de Relações Internacionais da Prefeitura, Rodolpho Zanin Feijó. Leia a notícia completa...

 

07 Daniel Castellano / SMCS

 

06 Daniel Castellano / SMCS

 

Dia 04 de Outubro - A Central Geradora Nicolau Klüppel, no vertedouro do Parque Barigui, entrou em operação nesta sexta-feira (4/10). A cerimônia de inauguração aconteceu às 11h, na margem direita do vertedouro, local onde fica o Centro de Educação Ambiental. O evento foi promovido pela Prefeitura de Curitiba e a Associação Brasileira de Pequenas Centrais Hidrelétricas (ABRAPCH), que fez a doação da obra e dos equipamentos para o município, com investimento total de R$ 450 mil.  

Além de gerar metade da energia consumida pelo parque, trata-se de uma iniciativa não poluente, dentro do programa Curitiba Mais Energia, que tem entre os objetivos o enfrentamento das mudanças climáticas.

 

Homenageado

Entre os convidados estiveram familiares do engenheiro Nicolau Klüppel, que dedicou anos da sua carreira ao Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) e morreu em outubro de 2016, aos 86 anos. O engenheiro foi um dos precursores da solução do uso de lagos para captação de água para evitar enchentes, o que proporcionou a criação de alguns dos principais parques da cidade, como o Barigui e o São Lourenço.

Leia mais...

Conheça a história de Nicolau Klüppel...  Mais...

 

05 Divulgação/Ippuc  

Dia 04 de Outubro - Realizado pela Prefeitura de Curitiba, nesta sexta-feira (4/10), no Salão de Atos do Parque Barigui, o seminário Políticas Públicas e Desenvolvimento Urbano: Desafios para os Planos Setoriais na próxima década. Das 9h às 17h, especialistas da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e do Instituto Federal do Paraná (IFPR) promoveram debates sobre mobilidade, moradia e dinâmica da ocupação urbana e desenvolvimento socioespacial. 

 

A proposta de estabelecer uma parceria entre o poder público executivo e a academia teve como objetivo o enriquecimento do processo de elaboração de políticas públicas para a próxima década a partir de pesquisas científicas e a reflexão e prospecção destas políticas frente ao cenário atual. Como resultados, estima-se subsidiar os planos setoriais com uma visão intersetorial das diferentes políticas envolvidas e com a identificação das condicionantes sócio-espaciais e da atuação do Estado para enfrentamento das eventuais problemáticas existentes.

 

Organizado pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), o seminário faz parte do processo de revisão do Plano Diretor de Curitiba e visa a contribuir com a elaboração dos Planos Setoriais nas áreas de Mobilidade; Habitação e Regularização Fundiária; Desenvolvimento Social; Desenvolvimento Econômico; Desenvolvimento Ambiental e de Conservação da Biodiversidade; Defesa Social e Defesa Civil e Saneamento Básico. 

Seminário 03 Divulgação/Ippuc

 

Seminário 04 Divulgação/Ippuc

 

 

“A Prefeitura está promovendo uma discussão democrática e abrangente com vistas ao desenvolvimento urbano e a qualidade de vida da população”, diz Miguel Roguski, coordenador da revisão dos planos setoriais, no Ippuc. Segundo Roguski, dando continuidade ao processo de debate dos planos setoriais serão abertas consultas públicas pela internet no fim deste ano. Depois disso, as políticas públicas definidas, a partir das contribuições enviadas pela população, deverão ser apresentadas em reuniões do Conselho da Cidade (Concitiba) e audiências públicas no ano que vem.

 

Compareceram 150 pessoas ao evento, contando com técnicos e estagiários do Ippuc, e os representantes dos órgãos: Câmara Municipal de Curitiba, IMAP, SGM, FAS, SMMA, Cohab, SMF, SMELJ, SME, IPMC, SMS, SMDT, Defesa Civil, FCC, CMSJP, ALEP-PR, Administração Regional do Pinheirinho, UFPR, UTFPR, UP, Instituto Municipal do Turismo, SMSAN, IAB-PR, além das entidades como Assessoria Igualdade Racial, Envicon, FUNABI, Nossa Curitiba, Anamob, CNB/PR, Terra de Direitos, entre outros participantes.

Palestras

Para onde vão as políticas sociais – Horizontes para Curitiba-2030? foi o tema da palestra ministrada pela professora Maria Tarcisa Silva Bega, do departamento de Sociologia e do Programa de Pós-graduação e Luiz Belmiro Teixeira, doutor em Sociologia pela UFPR e professor do Instituto Federal do Paraná (IFPR).

 

O professor do Departamento de Transportes (DTT/UFPR) e dos Programas de Pós-Graduação em Planejamento Urbano da universidade, José Ricardo Vargas Farias, tratou de Mobilidade e Planejamento Urbano: novos e velhos desafios, comentando a relação entre renda, políticas tarifárias e participação do transporte coletivo entre os modais.

 

A palestra de Madianita Nunes da Silva, professora do Departamento de Arquitetura e Urbanismo e do Programa de Pós-graduação em Planejamento Urbano (UFPR), abordou a Moradia, planejamento urbano e desenvolvimento socioespacial, focando no planejamento como ferramenta para promoção do desenvolvimento socioespacial e a construção da política urbana e habitacional.

 

As políticas de regularização fundiária em Curitiba foram o tema da palestra da professora Daniele Regina Pontes, do Programa de Pós-graduação em Planejamento Urbano, Departamento de Geomática - Setor de Ciências da Terra da Universidade Federal do Paraná. 

Seminário 01 Divulgação/IppucSeminário 02 Divulgação/IppucSeminário 06 Divulgação/Ippuc

 

Seminário 08 Divulgação/IppucSeminário 10 Divulgação/IppucSeminário 11 Divulgação/Ippuc

 

Seminário 15 Divulgação/IppucSeminário 09 Divulgação/IppucSeminário 14 Divulgação/Ippuc

 

Seminário 12 Divulgação/IppucSeminário 13 Divulgação/Ippuc      Leia mais...

 

 

08 Divulgação/Ippuc   09 Divulgação/Ippuc

10 Divulgação/Ippuc

 

11 Divulgação/Ippuc

 

Dia 10 de Outubro - O prefeito Rafael Greca sancionou, nesta quinta-feira, no Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), a nova Lei de Zoneamento, Uso e Ocupação do Solo de Curitiba (Lei nº 15.511, de 2019). A aprovação da nova legislação permitirá a modernização dos processos de licenciamento pela Prefeitura, um trabalho já está em curso pela Secretaria Municipal de Urbanismo.

 

“Será possível tirar alvarás mais rápidos, a partir de um sistema online. Esta lei é um marco de civilidade, maturidade, tradição e inovação”, disse Greca, que se emocionou ao sancionar a lei. “O mapa é lindo. Curitiba é emoldurada pelas áreas de preservação do Passaúna e do Rio Iguaçu. Os rios podem não ser os mais lindos do mundo, mas são os mais protegidos e queridos do Brasil”, afirmou. A nova lei foi sancionada após ter sido aprovada por unanimidade na Câmara Municipal em dois turnos de votação. Ela entrará em vigor em 180 dias.

 

O evento de sanção reuniu vereadores, secretários municipais, representantes de entidades de classe e lideranças comunitárias que participaram do processo de discussão da lei.

 

Leia a notícia completa...  

   
12 Divulgação/Ippuc   13 Divulgação/Ippuc

Dia 11 de Outubro - Direcionado para o público universitário que procura mais informações sobre o Planejamento de Curitiba, o Ciclo de Palestras "Curitiba, a Experiência em Gestão Urbana" é realizado semestralmente em uma parceria do IPPUC com URBS, SMMA e IMAP. Em sua 18ª edição, que aconteceu no dia 11 de Outubro, no período da manhã, no Salão de Atos do Parque Barigui, o evento contou com a participação de mais de 200 pessoas (aproximadamente 205 presentes) de diversas regiões do país, como Curitiba e demais cidades do Paraná, Santa Catarina, entre outros. A programação foi composta por três apresentações: planejamento urbano (IPPUC), transporte público (URBS) e políticas ambientais (SMMA). O evento foi gratuito e os participantes receberam um certificado de participação.